Destaques

A presidente da Undime/PB, e DME do Município de Picuí, Amarides Dias, encontra-se em Brasília, para parrticipar hoje (24/05), de reunião técnica do Programa de Apoio aos Dirigentes Municipais de Educação (PRADIME), a convite da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação, por meio da Diretoria de Apoio à Gestão Educacional.

Criado com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica do país, por meio da oferta da assistência técnica aos dirigentes municipais de educação, a partir de 2009, o Programa passou a ofertar curso de formação à distância, em parceria com as instituições federais de ensino superior.

Durante a reunião, segundo Amarides, os presidentes das Undimes estaduais, bem como os coordenadores do Programa nas instituições federais de ensino superior, terão oportunidade de avaliar, discutir e construir conjuntamente  estratégias de reformulação do curso para suas próximas edições.

 

Ascom Undime/PB


Delegação da Paraíba levou mais de 80 participantes para participarem do  14° Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação que foi realizado pela Undime Nacional, no município de Mata de São João, entre os dias 14 e 17 de maio no Estado da Bahia. Todos os participantes do evento (1.200 hum mil e duzentos) ficaram hospedados no Complexo de Resorts Costa do Sauipe onde foram realizadas as palestras.

Delegação da Paraíba levou mais de 80 participantes para o 14° Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação que foi realizado pela Undime Nacional, no município de Mata de São João, entre os dias 14 e 17 de maio no Estado da Bahia. Todos os participantes do evento (1.200 hum mil e duzentos) ficaram hospedados no Complexo de Resorts Costa do Sauipe onde foram realizadas as palestras.

Undime Paraíba participará a partir de hoje (20/05), das formações do Projeto Trilhas em João Pessoa. Serão 03 encontros no Hotel Littoral em João Pessoa com os municípios prioritários da Paraíba.

 

O 1º encontro acontece hoje e amanhã (20 e 21)  e foram convidados os municípios das regionais de João Pessoa, Itabaiana e Mamanguape. O 2º encontro está agendado para os dias 23 e 24 de maio e foram convidados os municípios das regionais de Guarabira, Campina Grande, Cuité, Monteiro. O 3º encontro está agendado para os dias 06 e 07 de junho e foram convidados os municípios das regionais de Patos, Itaporanga, Catolé do Rocha, Cajazeiras, Sousa, Princesa Izabel e Pombal.

Para atender a solicitações de palestrantes, o programa do 14º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação sofreu modificações em alguns horários. A partir desta sexta-feira (3), os interessados podem acessar o portal do Fórum e conferir a programação atualizada.

Os participantes não precisam se preocupar, pois as mudanças foram poucas. Durante os quatro dias do Fórum serão debatidos assuntos como: avaliação da educação básica e os indicadores educacionais na perspectiva do Inep; garantia do acesso da permanência, da aprendizagem e da conclusão da Educação Básica na idade certa; articulação com o terceiro setor; gestão da rede ou do sistema municipal de ensino; processo de construção da Conae 2014 e do Plano Nacional de Educação (PNE); políticas e programas do FNDE, da Secretaria de Educação Básica e do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome; valorização dos profissionais de educação com formação e carreira; políticas educacionais para inclusão na perspectiva da Secadi; políticas de articulação para a construção do sistema nacional de educação na perspectiva da Sase; gestão do direito à educação e ao conhecimento; e financiamento da educação.

14º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação

Data: 14 a 17 de maio de 2013

Local: Complexo Costa do Sauípe – Mata de São João (BA)

Informações: 14forum.undime.org.br

Clique aqui para conferir a programação do 14º Fórum.

 

FONTE: UNDIME NACIONAL10

Prazo para prestar contas termina no dia 30 de abril

O prazo para apresentação das prestações de contas de três programas federais na área de educação termina no próximo dia 30 de abril e muitas prefeituras e governos estaduais ainda não enviaram os dados referentes às competências de 2011 e 2012. Os entes federativos devem encaminhar as prestações do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE) e do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) por meio do Sistema de Gestão de Prestação de Contas (SiGPC), também conhecido como Contas Online, disponível no portal eletrônico do FNDE (www.fnde.gov.br). Quem não cumprir o prazo pode ter os recursos desses três programas bloqueados.

Listagens produzidas na manhã de ontem, dia 22, às 11h45, mostram um quadro preocupante. Apenas no caso da prestação de contas de 2012 da alimentação escolar, nenhum dos estados – incluindo o Distrito Federal – havia enviado os dados, assim como 3.665 municípios de todo o país. Com relação ao programa de transporte escolar, a situação também é delicada. Oito estados e 3.610 prefeituras ainda precisam encaminhar os dados referentes a 2012 até o fim de abril.

A partir desta quarta-feira (10), estão abertas as inscrições para o 14º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, que será realizado pela Undime de 14 a 17 de maio. Com o tema “Novos tempos, novas jornadas – O Dirigente Municipal de Educação como sujeito da gestão municipal” o Fórum será um espaço de debate referente aos principais e mais atuais assuntos relacionados à educação Pública.

O evento será realizado no Complexo Costa de Sauípe, localizado no município de Mata de São João (BA), a cerca de 60 km de Salvador. A novidade deste ano é que o 14º Fórum é destinado exclusivamente aos municípios adimplentes com as seccionais da Undime. Todos, sem exceção, pagarão a taxa de R$ 200,00 de inscrição. Caso o município não saiba se está ou não adimplente, recomenda-se que entre em contato com a respectiva seccional.

A expectativa é de que mais mil Dirigentes Municipais de Educação e educadores de todo o país participem do Fórum. Neste ano, são muitos os novos gestores que assumiram as secretarias municipais de Educação. O índice de renovação é de aproximadamente 70%. Logo, o objetivo é fazer com que esses novos dirigentes se integrem e conheçam melhor o cenário da educação pública no país.

Durante os quatro dias de evento serão discutidos, sob a perspectiva do Dirigente, assuntos como: avaliação da educação básica e os indicadores educacionais na perspectiva do Inep; garantia do acesso da permanência, da aprendizagem e da conclusão da Educação Básica na idade certa; articulação com o terceiro setor; gestão da rede ou do sistema municipal de ensino; processo de construção da Conae 2014 e do Plano Nacional de Educação (PNE); políticas e programas do FNDE, da Secretaria de Educação Básica e do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome; valorização dos profissionais de educação com formação e carreira; políticas educacionais para inclusão na perspectiva da Secadi; políticas de articulação para a construção do sistema nacional de educação na perspectiva da Sase; gestão do direito à educação e ao conhecimento; e financiamento da educação.

Além disso, os participantes do Fórum terão a oportunidade de ter contato e acesso às políticas públicas oferecidas pelo Governo Federal, com as “salas de atendimento institucional”. Nestes espaços, o dirigente municipal de Educação poderá verificar a situação de seu município ou saber como ingressar nos programas e projetos da área educacional.

Serão convidados a participar das salas: Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Secretarias do Ministério da Educação (SEB, Secadi, Sase).

Além das salas de atendimento institucional, haverá estandes dos parceiros da Undime: Unicef, Fundação Itaú Social, Instituto Natura, Fundação SM, Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Ação Educativa e Conviva Educação.

Para saber mais detalhes sobre o Fórum e o processo de inscrição clique aqui.

Autor: Undime

A presidenta da Undime, Cleuza Rodrigues Repulho, convoca todos os membros da instituição para participar do 14º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação. O evento será realizado de 14 a 17 de maio, no município de Mata de São João (BA). Na oportunidade, a presidenta convoca, em especial, os membros que integram o conselho nacional de representantes, a diretoria executiva, o conselho fiscal e os delegados das seccionais, para plenária de eleição e posse da nova diretoria executiva e do novo conselho fiscal da Undime. A eleição será realizada no dia 16 de maio. A convocação, conforme estatuto da instituição, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (8).

Clique aqui para conferir a publicação no Diário Oficial da União.

Em breve mais informações sobre o 14º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação. Aguardem

 

FONTE: UNDIME NACIONAL

Unicef e Itaú vão premiar iniciativas bem sucedidas que promovam o ensino integral de qualidade em escolas públicas do país

06

O desafio de garantir uma educação integral, atraente e igualitária às crianças e jovens brasileiros é tema do 10º prêmio Itaú-Unicef. As inscrições estão abertas. A proposta neste ano é destacar ações e programas de organizações não governamentais que promovam em escolas públicas do país projetos em prol da educação integral e de qualidade. Serão selecionadas cinco iniciativas inovadoras e que tenham atingido bons resultados. Os vencedores serão conhecidos em novembro.

Para lançar a nova edição do prêmio bienal, que ocorre desde 1995, a Fundação Itaú Social, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) promoveram entre terça e quarta-feira (2 e 3 de abril) o seminário Educação integral: crer e fazer, em São Paulo. Durante o evento, especialistas, representantes de ONGs e gestores da área de educação puderam se encontrar e discutir o tema.

“Eu não mato aula, é a aula que me mata”, ironiza um aluno sobre o próprio interesse pela escola. A piada é séria, e dá a dimensão da dificuldade de tornar a sala de aula um espaço interessante para crianças e jovens do novo século. “Para ampliar o tempo dos alunos no ambiente escolar, mesmo diante da apatia crescente deles pelos estudos, o caminho está na educação total, em que toda a sociedade participe. Não queremos apenas ter escolas, mas sim cidades educadoras”, responde a coordenadora do programa da educação do Unicef, Maria Salete Silva. “Aprender não é uma experiência que se limita à sala de aula, e muitos estudos já superaram esse mito”, garante.

Nas edições anteriores, o Prêmio Itaú-Unicef trouxe visibilidade a iniciativas como a do Instituto Socioambiental (ISA), que estimula o acesso à educação entre as comunidades indígenas de São Paulo, e do Grupo Cultural Afro Reggae, focada na valorização da cultura negra entre jovens de comunidades carentes no Rio de Janeiro. Em 2013, quatro projetos receberão R$ 100 mil cada um, e serão selecionados de acordo com o porte da atividade desenvolvida. Ainda haverá um ganhador nacional que receberá R$ 225 mil.

Em 2011, o projeto Onda – adolescentes em movimento pelos direitos, do Instituto de Estudos Socioeconômicos, no DF, foi um 32 dos finalistas da premiação que obteve mais de 2 mil inscrições. O grande ganhador do ano foi um projeto que saiu dos limites das escolas de Crato, no Ceará, para estimular a valorização da identidade das comunidades rurais em todo o município.

03

Quase 3 mil conselhos de acompanhamento e controle social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) estão em situação irregular no país. Estados e municípios que possuem qualquer pendência com relação aos conselhos precisam regularizar a situação no portal eletrônico do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para que não sejam prejudicados.

A Lei nº 11.494/2007, que regulamenta o Fundeb, determina a instituição dos conselhos, que são responsáveis por acompanhar a distribuição e a aplicação dos recursos do fundo. Também cabe a eles monitorar a execução do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE) e emitir parecer sobre as prestações de contas de estados e municípios que recebem recursos do programa. Caso os conselhos não estejam regularmente estabelecidos, os entes podem ficar sem os repasses financeiros do PNATE.

Entre os conselhos municipais, 2.959 estão em situação irregular. No caso dos estaduais, são 22 conselhos com pendências. Veja a lista dos municípios e estados que apresentam problemas (relação do dia 28 de março de 2013).

Municípios, estados e o Distrito Federal têm até 30 de abril para enviar as prestações de contas de 2011 e 2012 do PNATE por meio do Sistema de Gestão de Prestação de Contas (SiGPC), disponível no portal eletrônico do FNDE. As contas serão analisadas inicialmente pelos conselheiros de controle social, que terão até 14 de junho de 2013 para registrarem seus pareceres, aprovando ou não as contas, no Sistema de Gestão de Conselhos (Sigecon).

O mesmo prazo vale para o envio das prestações de contas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Quem não cumprir a determinação pode ficar sem os recursos dos três programas enquanto não regularizar a situação.

Autor: FNDE

http://www.fnde.gov.br/component/k2/item/4321-estados-e-munic%C3%ADpios-precisam-regularizar-conselhos-do-fundeb

FONTE: UNDIME NACIONAL