Destaques

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) depositou nesta segunda-feira, 18 de junho, a quinta parcela do ano do salário-educação. Mensalmente, a autarquia transfere aos estados, ao Distrito federal e aos municípios a cota estadual e municipal. Para os 26 estados e o DF foram repassados R$ 331,7 milhões e para os municípios, R$ 347,7 milhões, totalizando R$ 679,4 milhões. O valor transferido para cada ente federativo pode ser conferido no sítio eletrônico do FNDE, em Liberações de recursos.

Destinado ao financiamento de programas voltados para a educação básica pública, o salário-educação é recolhido de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social. A alíquota é de 2,5% sobre a folha de pagamento.

As inscrições para a 3 ª Olimpíada de Língua Portuguesa foram prorrogadas até o dia 22 de Junho de 2012. O objetivo da olimpíada é estimular e aprimorar a didática dos professores nesse campo do conhecimento. Desenvolvida em parceria entre o Ministério da Educação e a Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), a iniciativa busca melhorar o aprendizado dos alunos da rede pública de ensino e o seu desempenho na escrita por meio de leituras e de um maior contato com o idioma.

As inscrições para as quatro categorias – poema, memórias literárias, crônica e artigo de opinião – deverão ser feitas por meio do portal da Olimpíada.

Os alunos do 5º e 6º anos participam no gênero poema, os estudantes do 7º e 8º anos desenvolvem textos de memórias literárias. Alunos que cursam o 9º ano do ensino fundamental e o 1º ano do ensino médio devem se inscrever com crônica. Os alunos do 2º e 3º ano do ensino médio desenvolvem o gênero artigo de opinião.

Para que as inscrições possam ser consideradas válidas, a rede pública também deve aderir ao concurso. Ou seja, nas escolas municipais, o secretário municipal de Educação deve fazer a adesão. Nas escolas estaduais, essa iniciativa caberá ao secretário estadual de Educação.

Haverá três etapas de premiação. Na primeira, professores e alunos escolhidos com os melhores 125 textos de cada gênero vão receber medalhas de bronze, livros e o direito a participar de diversas atividades de formação, como oficinas de leitura e escrita e visitas culturais. Na etapa seguinte, com 152 finalistas, os selecionados receberão medalhas de prata e um tablet e, as escolas, uma placa de homenagem.

Na conclusão da olimpíada, prevista para ocorrer, em dezembro, em Brasília, serão premiados 20 alunos que receberão medalhas de ouro e um notebook. Já as escolas ganharão laboratórios de informática com dez microcomputadores e uma impressora, além de projetor, telão e livros.

 

Últimos dias para que os Municípios realizem a adesão na 3ª Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro que será encerrado na próxima sexta-feira (25). O objetivo da olimpíada é estimular e aprimorar a didática dos professores nesse campo do conhecimento. Desenvolvida em parceria entre o Ministério da Educação e a Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), a iniciativa busca melhorar o aprendizado dos alunos da rede pública de ensino e o seu desempenho na escrita por meio de leituras e de um maior contato com o idioma.

As inscrições para as quatro categorias – poema, memórias literárias, crônica e artigo de opinião – deverão ser feitas por meio do portal da Olimpíada.

Os alunos do 5º e 6º anos participam no gênero poema, os estudantes do 7º e 8º anos desenvolvem textos de memórias literárias. Alunos que cursam o 9º ano do ensino fundamental e o 1º ano do ensino médio devem se inscrever com crônica. Os alunos do 2º e 3º ano do ensino médio desenvolvem o gênero artigo de opinião.

Conhecer os detalhes do que foi dito pelo ministro AloizioMercadante, ver ou rever a apresentação do FNDE einteirar-se dos números daCampanha Nacional pelo Direito à Educação que demonstram a necessidade dos 10%do PIB na educação. Tudo isso já pode ser feito, aqui no portal da Undime.Todas as apresentações estão disponíveis. Basta clicar aqui para ter acesso àpágina. Para quem esteve no 5º FNEx ou acompanhou pela Internet, é uma boaoportunidade de tirar dúvidas. Para quem não esteve em São Bernardo ou deixoude assistir pela rede, é a chance de ter o material em mãos. Com isso, ficamais fácil entender as matérias em texto e em vídeo feitas durante o Fórum queestão postadas no portal da Undime.

1º dia – 15 de maio de 2012

Educação no Brasil
Ministro da Educação

2º dia – 16 de maio de 2012

Programa Nacional Alfabetização na Idade Certa – PNAIC
Cesar Callegari – secretário de Educação Básica/ MEC

Formação de Professores da Educação Básica – Programas e Ações da Capes
Izabel Lima Pessoa – coordenadora geral de apoio a formação e capacitação docente da Educação Básica da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)

Trabalhando em conjunto com os municípios pela melhoria da qualidade da educação pública brasileira
José Wanderley Dias de Freitas José Carlos Wanderley Dias de Freitas – presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE)

Metas Educativas 2021 – A Educação que queremos para formação dos Bicentenários
Roberto A. Algarte – consultor especialista da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a educação, a Ciência e a Cultura (OEI)

3º dia – 17 de maio de 2012

PNE: construindo redes, elaborando cenários
Daniel cara – coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Brasil hoje I ndicadores Sociais para Gestão do Município
Elaine Teixeira – formadora do Cenpec

Rede de Ancoragem Trilhas
Karina Rizek – Instituto Natura

4º dia – 18 de maio de 2012

O Direito de Aprender
Maria de Salete – coordenadora do Programa de Educação do Unicef no Brasil

Diversa – Educação Incluiva na Prática
Rodrigo Mendes – fundador do Instituto Rodrigo Mendes

As inscrições para participar do 5º Fórum Nacional Extraordinário foram prorrogadas. Os Dirigentes Municipais de Educação interessados em participar do Fórum têm até a próxima sexta-feira, 11 de maio, para se inscrever.

 

A novidade é que a partir de segunda-feira (7) serão abertas mais 200 vagas para técnicos das prefeituras. Dessa forma, no total, serão 500 vagas para técnicos participarem do Fórum. Além disso, na mesma data, serão abertas 100 vagas para estudantes de Pedagogia e Ciências Sociais. É uma boa oportunidade para que debaterem sobre educação municipal. As inscrições para esse grupo também são gratuitas.

A Undime tem mantido um diálogo constante com o FNDE para tratar dos preparativos do 5º Fórum Nacional Extraordinário. O último encontro foi nesta sexta-feira, quando algumas mudanças foram acertadas.

Até esta sexta foram admitidas inscrições de educadores em geral: Dirigente Municipal de Educação, professor e técnicos da Secretaria de Educação, por exemplo. Todos com a obrigação de pagamento de taxa de inscrição. Mas a partir da próxima terça-feira (17 de abril), as inscrições serão gratuitas e restritas aos Dirigentes Municipais de Educação ou seus adjuntos. Não serão permitidas, a princípio, nenhuma inscrição de quem não seja Dirigente Municipal.

 

Estão abertas desde o dia 30 de março,  as inscrições do 5º Fórum Nacional Extraordinário da Undime Nacional. O Fórum será realizado de 15 a 18 de maio, em São Bernardo do Campo, cidade distante cerca de 20 Km da capital, São Paulo.

Ainda em ritmo de comemoração, o 5º Fórum é mais uma ação para celebrar os 25 anos da Undime. A expectativa é reunir um grande número de dirigentes municipais de educação no evento, durante os quatro dias.

Na ocasião os temas a serem discutidos serão: o Plano Nacional de Educação, as deliberações da Conae, políticas públicas do Governo Federal, educação municipal, educação na América Latina, a educação e a inclusão social, entre outros. Além disso, os participantes terão a oportunidade de visitar escolas modelos no que diz respeito à educação integral no município de São Bernardo.

Novidade – Para facilitar e agilizar o atendimento das instituições parceiras aos dirigentes municipais, o portal do Fórum tem um espaço exclusivo para que as dúvidas possam ser enviadas com antecedência. O espaço, intitulado “Atendimento institucional”, se localiza à direita na página.

Clique aqui para acessar o site do 5º Fórum Nacional Extraordinário. Faça já a inscrição!

 

Fonte: Undime Nacional

Acontecerá no dia 30 de março de 2012, no Centro de Tecnologia Educacional Professor Severino Loureiro, localizado no Largo do Açude Novo o I Fórum Estadual Extraordinário da Undime/PB 2012, com a participação do FNDE/MEC, Undime Nacional, CAPES e Conselho Estadual de Educação.

Serão discutidos no Fórum os novos procedimentos para a prestação de contas ao FNDE. O evento destina-se exclusivamente aos 223 Dirigentes Municipais de Educação da Paraíba, objetivando que os gestores possam esclarecer as dúvidas e questionamentos sobre o SiGPC, que é o novo sistema do FNDE realizado pela internet e tem como principal objetivo facilitar a prestação de contas, tornando o processo mais simples, rápido e transparente, melhorando a comunicação entre os municípios e o Governo Federal.

Foram abertas nesta segunda-feira (19), em todo o país, as inscrições para os professores interessados em participar da 3ª Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. O lançamento ocorreu em São Paulo e contou com a presença do ministro da Educação, Aloizio Mercadante. As inscrições podem ser feitas até o dia 25 de maio.

O objetivo da olimpíada é estimular e aprimorar a didática dos professores nesse campo do conhecimento. Desenvolvida em parceria entre o Ministério da Educação e a Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), a iniciativa busca melhorar o aprendizado dos alunos da rede pública de ensino e o seu desempenho na escrita por meio de leituras e de um maior contato com o idioma.

Para Mercadante, a iniciativa é um meio de ajudar na formação e motivação dos professores o que “contribui para a evolução na qualidade da educação que é a área de maior desafio do país”. Na última edição, foram inscritos 239.435 professores de 60.123 escolas públicas onde estudam 7 milhões de alunos do ensino fundamental e médio. A adesão, por municípios, foi quase total alcançando uma taxa de 99%.

As inscrições para as quatro categorias – poema, memórias literárias, crônica e artigo de opinião – deverão ser feitas por meio do portal da Olimpíada.

Os alunos do 5º e 6º anos participam no gênero poema, os estudantes do 7º e 8º anos desenvolvem textos de memórias literárias. Alunos que cursam o 9º ano do ensino fundamental e o 1º ano do ensino médio devem se inscrever com crônica. Os alunos do 2º e 3º ano do ensino médio desenvolvem o gênero artigo de opinião.

Para que as inscrições possam ser consideradas válidas, a rede pública também deve aderir ao concurso. Ou seja, nas escolas municipais, o secretário municipal de Educação deve fazer a adesão. Nas escolas estaduais, essa iniciativa caberá ao secretário estadual de Educação.

Haverá três etapas de premiação. Na primeira, professores e alunos escolhidos com os melhores 125 textos de cada gênero vão receber medalhas de bronze, livros e o direito a participar de diversas atividades de formação, como oficinas de leitura e escrita e visitas culturais. Na etapa seguinte, com 152 finalistas, os selecionados receberão medalhas de prata e um tablet e, as escolas, uma placa de homenagem.

Na conclusão da olimpíada, prevista para ocorrer, em dezembro, em Brasília, serão premiados 20 alunos que receberão medalhas de ouro e um notebook. Já as escolas ganharão laboratórios de informática com dez microcomputadores e uma impressora, além de projetor, telão e livros.

Autor: Agência Brasil

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2012-03-19/mec-lanca-3%C2%AA-edicao-da-olimpiada-de-lingua-portuguesa-escrevendo-futuro

 

FONTE: Undime Nacional

Por motivo de segurança, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) está trocando todas as senhas de transmissão de dados de municípios e estados ao Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (SIOPE). As senhas antigas já foram canceladas e as novas serão enviadas aos secretários de educação por meio de mensagem eletrônica.

“Já enviamos emails aos secretários informando sobre a mudança”, afirma o coordenador do Siope, Paulo Malheiro. Quem não receber a nova senha deve solicitá-la por meio de ofício enviado ao FNDE (mais informações na página do Siope).

Todos os anos, estados e municípios devem enviar ao FNDE, responsável pelo Siope, as informações sobre os investimentos feitos na área de educação no ano anterior. O preenchimento em dia do sistema é condição para que os entes federativos possam celebrar convênios com órgãos federais e receber transferências voluntárias da União. Se o estado ou município não investir no mínimo 25% do seu orçamento total em manutenção e desenvolvimento do ensino, o FNDE envia um comunicado aos tribunais de contas estaduais e ao Ministério Público informando o não cumprimento da lei.